21 de julho de 2008

Review #1 - Senhor dos Anéis RPG

Olá aventureiros! Para estrear (e quem sabe não parar) o blog, hoje eu trago um review sobre RPG. Não conheço muitos blogs que o façam, inclusive, se você conhece algum, trate de me indicar para que eu possa linká-lo. Bem, vamos aos trabalhos.

Ficha Técnica
Formato: 21,0 x 28,0 cm
Estrutura: 304 páginas
Capa: Capa dura, 4 cores, laminação fosca
Miolo: Couché 90, 4 cores
Guarda: Offset 150, 4 cores
Autores: Matt Forberck, Steven S. Long, Christian Moore e John Rateliff


O Senhor dos Anéis – RPG

Como é de conhecimento da maioria dos RPGistas, a Terra média é a fonte de inspiração para quase todos os RPGs de fantasia medieval existentes. Embora os criadores de D&D neguem ter se inspirado em Tolkien para criar seu jogo, é notável várias semelhanças entre os cenários. Inclusive, no começo dos tempos RPGísticos, os Halflings seriam chamados de Hobbits, porém, por problemas de licensa, eles passara a se chamar Halflings mesmo.

Na época do lançamento dos filmes no mundo, várias empresas quiseram mamar um pouco nas tetas do sucesso e lançar vários produtos relacionados aos livros de Tolkien. Uma dessas empresas foi a Decypher, que criou o Lord of The rings – Roleplaying Game. Um jogo que não fez muito sucesso embora fosse muito bom.

Quando pegamos o livro, vemos que se trata de uma obra-de-arte. É simplesmente lindo! Absolutamente todas as páginas são coloridas, ricas em fotos do filme e desenhos oficiais. Pessoas que gostam de avaliar a arte das publicações (assim como eu. Será que existem?) vão tendo orgasmos para cada página virada. O papel é de excelente qualidade (Couché para as páginas internas e Capa dura com laminação fosca) e às vezes dá pena até de usar o livro para jogar.

O Módulo Básico apresenta tudo o que é mais necessário para se jogar na Terra Média. Começamos o livro com uma descrição d’O que é RPG, em seguida temos as tradicionais regras para criação de personagens, com conceitos bem claros e muitos exemplos para que o leitor não se perca. Logo depois o livro explica cada aspecto da ficha de personagem individualmente; temos um capítulo sobre as raças, classes, habilidades básicas, etc. Sempre com muitos exemplos.

O sistema de jogo é extremamente parecido com o D20 de Dungeons & Dragons. Lance 2d6 e some os modificadores positivos, se você atingiu a Classe de Dificuldade desejada, então você foi bem-sucedido no teste. Para os jogadores de D&D, a fichas realmente se parecem muito, há um campo para perícias na lateral direita, um campo para atributos no canto superior esquerdo e as descrições de habilidades ficam logo abaixo dos atributos.

O sistema é muito rápido de se aprender e, como o livro traz muitos exemplos, o jogador pode até mesmo selecionar o que deseja de uma lista na hora de fazer a ficha, caso esteja com pressa. Talvez o seu maior defeito seja a especificidade. Não se pode jogar outra coisa senão RPG de Senhor dos Anéis com ele. Somando isso ao fato do livro custar quase R$80 na época de seu lançamento, contribuíram para o insucesso do mesmo no Brasil e em outros lugares onde foi lançado. As pessoas não gostam de pagar caro por nada, especialmente em algo que possui um uso restrito.

No Brasil, o sistema teve alguns suplementos lançados pela Devir Livraria: Animais Cruéis e Mágica Prodigiosa, Livro de Referencias do Filme: A Sociedade do Anel, Mapas da Terra Média 1 e 2, Escudo do Narrador e Fichas Avançadas. Dá pra jogar uma vida inteira de campanhas na Terra Média sem que se esgotem as idéias.

A tradução está razoável, bem acima dos padrões da Devir que quase todos os RPGistas conhecem. A qualidade gráfica está impecavelmente igual à Americana, o que é um ponto absurdamente positivo. Somando-se tudo, vale realmente à pena adquirir esta belezinha pelo preço que ele custa. O livro é lindo, o sistema é fácil e agradável, e afinal, quem é que não gosta de Tolkien?

Por hoje é só, espero que tenham gostado,
See ya! o/

Links Úteis

2 comentários:

Dellirium disse...

Vc fez isso tudo baseado no meu livro que está na sua casa? =x

Victor Rocha disse...

parabens meu amigo... a muito tempo te conheçi na net e acho que qualquer esforço seu para aumentar os espaço do RPG é valida... que tal uma matéria sobre os Reinos de Ferro????